Less is More

Inspirados pelo espírito de reconstrução do pós-guerra e pelas novas necessidades das famílias italianas, os designers e marcas locais tornaram-se rapidamente numa referência internacional em como transformar de forma elegante objectos do quotidiano, desde electrodomésticos e cadeiras, a candeeiros e puxadores de portas. As décadas de cinquenta e sessenta foram especialmente profícuas para o design italiano, resultado da conjugação entre a rica história do país, a forte tradição na manufactura e do aproveitamento das novas técnicas de produção que despontavam na época.

rimadesio4

Fundada por Francesco Malberti e Luigi Riboldi neste período de prosperidade industrial, a Rimadesio tem vindo desde 1956 a afirmar-se como uma das marcas italianas que melhor aplicou a inovação ao serviço do design. Apesar de ter iniciado o seu percurso como  produtor de painéis de vidro para outros fabricantes de mobiliário, a marca sediada na região de Brianza, o coração da indústria de design italiana, rapidamente acumulou um vasto conhecimento no tratamento deste material, razão pela qual ainda é conhecida hoje. Para além do vidro, e acompanhando a tendência da época, a Rimadesio alargou o leque de materiais, trabalhando também com plexiglass e madeira, sendo perfeito exemplo disso uma das suas primeiras peças de produção própria, o carrinho de bar Thyco, desenhado por Giorgio Ponti e Gianfranco Mariani. A mesa de centro Settemila 17, de 1966, concebida pelos mesmos designers, revela a incessante procura da Rimadesio pela transparência e leveza, a busca pela inovação e a exímia combinação de materiais, apresentando uma escultural estrutura em plexiglass e vidro.

rimadesio7

Num seguimento natural na exploração do vidro, a marca desenvolveu uma série de peças utilizando superfícies espelhadas, desde o espelho Venus, as mesas de apoio Club ou a colecção ‘Specchi d’autore’, desenvolvida com o recurso à serigrafia, em colaboração com artistas como Lucio del Pezzo, Franco Grignani ou Lucia Pescador.
No entanto, o interesse da Rimadesio pelos elementos arquitectónicos apenas surgiu no final da década de setenta, com o lançamento da colecção Modulo de Martino Perego. Este sistema de parede, composto por diversos módulos espelhados, resumia já na época as principais características dos produtos Rimadesio - versatilidade, estilo e uma especial atenção à função e fiabilidade - e devido ao seu sucesso, acabaria por moldar o futuro desta empresa familiar. Apesar de nos anos oitenta ter continuado a apostar na produção de peças de vidro curvado, como mesas, estantes e complementos assinados por designers como Carlo Bartoli, o trajecto da marca cada mais vez se afastou desta vertente mais escultural, abraçando linhas minimais e de grande rigor técnico.

rimadesio12

Já sob a liderança de um dos filhos de Francesco Malberti, o actual presidente Davide Malberti, a Rimadesio acabaria por celebrar a mais importante parceria criativa da sua história, ao associar-se ao arquitecto e designer Giusepe Bavuso. Conhecido por ser muito rigoroso e por levar a sua visão de qualidade e elegância até ao fim, Bavuso acabou por se tornar no homem certo no lugar certo, ao abraçar os 360 graus do projecto Rimadesio, tendo inclusive projectado a sede da empresa, um edifício marcado pelo racionalismo, simplicidade e abundante luz natural.

rimadesio8

Tendo iniciado a colaboração com a marca em 1992 com o Siparium, o primeiro sistema de portas deslizantes em alumínio e vidro feito por medida do mercado, o designer italiano acabou por ter uma importância determinante na criação deste género de soluções, que permitiam uma maior liberdade na definição dos espaço domésticos, tornando-os maiores ou mais pequenos conforme a necessidade, mas tendo sempre o aproveitamento da luz como um elemento essencial.  Assumindo o alumínio extrudido e o vidro, nos mais variados acabamentos, como os materiais de eleição para a criação dos seus produtos altamente técnicos e inovadores, a Rimadesio e Bavuso desenvolveram ao longo dos últimas duas décadas algumas das colecções mais marcantes no campo do mobiliário e das soluções para o design de interiores. As portas Ghost, o sistema modular Zenit, as mesas Flat ou as estantes Sixty - todos ainda em produção, excepto a Ghost -  são algumas das peças que ajudaram a construir uma estética tipicamente Rimadesio, que associa um design essential a um absoluto respeito pelos materiais.

rimadesio10

Com mais de cinquenta anos de experiência, a marca assume-se actualmente como uma referência incontornável ao nível do melhor design italiano, sendo prova disso a sua vasta colecção de sistemas, portas e mobiliário. Enquanto a porta Vela se destaca pelo seu sistema de fecho magnético, o sistema Abacus veio trazer um novo nível de elegância às salas de estar com as suas inteligentes soluções de arrumação e suporte para multimédia. Por sua vez, as portas deslizantes Stripe e Velaria, com a sua fina estrutura e acabamento exemplar, são as soluções perfeitas para interiores onde a luz, versatilidade e atenção ao detalhe são factores essenciais.
A linha Cover, lançada em 2013, mostrou mais uma vez o compromisso da Rimadesio com a inovação, ao apresentar um original sistema de portas de batente, que permitem criar roupeiros ou closets sem quaisquer tipo de laterais ou estrutura, estando todos os componentes - dobradiças, suportes de prateleiras e iluminação LED - integrados nas vigas horizontais. Apesar dos sistemas serem o factor pelo qual a Rimadesio se tornou conhecida, o mobiliário também se transformou num cartão de visita da sua qualidade, perfeição e rigor visual, exibidas em peças como a estante em alumínio Wind, a mesa Manta, com as diversas opções de tampos, ou o aparador de linhas puras Eileen.
Contando com mais de uma centena de colaboradores, diversos showrooms espalhados pelo mundo, dos quais se destaca o localizado na sede em Giussano, e uma colecção em constante evolução técnica, a Rimadesio mostra que a harmonia entre inovação e um estilo discreto são a fórmula perfeita para o sucesso.

Originalmente publicado na Essential Macau.