Green Boots

Basta subir ao primeiro piso da nova loja d'A Vida Portuguesa no Intendente e percebe-se de imediato o interesse dos clientes nas apelativas botas da Green Boots. Lançada pelo designer Pedro Olaio, a Green Boots reinventou as tradicionais botas portuguesas da fábrica JSR, fundada em 1955, oferecendo maior conforto e refrescando a imagem deste clássico utilizado há gerações. O Editorial falou com Pedro Olaio:

Como surgiu a ideia da Green Boots?
Surgiu há cerca de dois anos e meio, depois de uma oferta que fiz ao director comercial da Dsquared2 Shoes, de um par de botas de trabalho em pneu reciclado (que eu próprio já utilizava apesar de serem algo desconfortáveis) merecendo os mais rasgados elogios por parte deste, comentando mesmo que estas poderiam ser de uma qualquer marca conceituada. Este terá sido o primeiro momento daquilo que é hoje a Green Boots.

greenboots3

Qual o conceito da marca?
Revitalizar o calçado tradicional Português, conferindo-lhe um conforto e uma estética mais atual sem perder o Adn da sua origem. Tudo isto utilizando e reaproveitando produtos naturais e organicos na sua base, que sejam de origem nacional.

"A importância de produzir em Portugal é em primeiro lugar uma mais valia pela qualidade inerente à mão de obra especializada e qualificada que temos. A vontade de contribuirmos de alguma forma para alavancar a nossa economia, e pela coerência deste projeto que pretende mostrar o que de melhor se faz em Portugal."

greenboots4

Planos para o futuro?
A marca pretende solidificar e fortalecer o seu estatuto dentro do mercado, ir melhorando cada vez mais os nossos produtos, correspondendo assim a uma exigência constante do público alvo. A par deste nosso objetivo, estamos a criar uma marca de vestuário de homem e senhora que vai utilizar materiais e fabrico Portugueses e que assentará a sua ideia nos tecidos e texturas outrora usados, com acabamentos e pormenores diferenciadores.

greenboots2