Detalhes #1: Porto de Lisboa

Ter uma bicicleta para deambular pela cidade e uma nova máquina fotográfica para usar (estou a adorar a nossa nova Fujifilm X-M1) é uma das melhores coisas que existe para vermos o que nos rodeia com outros olhos. O Porto de Lisboa, por onde passo todos os dias, é um dos locais que mais curiosidade me desperta em Lisboa. Os camiões, os contentores, as gruas, os barcos atracados no cais, os edifícios desgastados pelo tempo, as manchas de óleo no pavimento, todos estes elementos fazem dos portos locais pouco convidativos, mas simultaneamente belos.

Talvez pelo meu avô materno ter sido um operador de gruas no Porto de Lisboa, continuo a ter um fascínio quase infantil por estes gigantes mecânicos, com os seus poderosos braços e cores básicas.

Em poucos locais, podemos encontrar máquinas (ou objectos) tão funcionais como as gruas ou outros instrumentos utilizados nos portos. Tudo tem uma razão, uma funcionalidade, não existem pormenores sem sentido, apenas o objectivo de cumprir uma tarefa, neste caso o de carregar e descarregar mercadorias, o de fazer a cidade pulsar!

Portolisboa2

Portolisboa3

Portolisboa4

Portolisboa5

Portolisboa6