Retail Therapy

This post is only available in portuguese.  Numa época em que o retalho atravessa um momento complicado, devido à crise internacional, é importante que as boas lojas não percam o norte e se mantenham fiéis aos princípios que as tornaram um sucesso. Ao invés de cederem à venda fácil e recorrerem a produtos de menor qualidade, o retalho de referência deve apresentar uma imagem irrepreensível e surpreender os clientes através de uma selecção de peças consistente e inesperada. Mais do que nunca, é essencial pensar nas lojas como um local acolhedor e envolvente, onde os clientes se sintam em casa e a compra surja como um acto natural e de transporte da atmosfera positiva do espaço de retalho para o universo pessoal de cada um. O Editorial deixa aqui uma selecção de cinco lojas que fazem isto na perfeição:

Paul Smith - Sendo um autêntico símbolo do estilo britânico, Paul Smith percebeu desde cedo que as suas lojas deveriam ser mais do que um mero local onde se podia comprar roupa. Paredes repletas de posters e quadros, e uma ecléctica selecção de livros, objectos e curiosidades tornam as lojas Paul Smith em locais verdadeiramente inspiradores.

Rapha Cycle Club - Apresentando o mundo do ciclismo de forma apaixonada, a loja Rapha de São Francisco apresenta não só a colecção própria, revistas e acessórios para bicicleta, como igualmente convida a uma permanência prolongada através do seu café e transmissão das grandes voltas em directo.

Twentytwentyone - Fundada nos anos noventa, a loja londrina é conhecida desde há muito pelo profundo conhecimento do mundo do design. Desde marcas de referência até novos talentos, a Twentytwentyone é sem dúvida uma das grandes referências internacionais neste campo.

Monocle - Com lojas em três continentes, a Monocle apresenta um conceito de loja único, que funde o mundo editorial e do retalho de forma exemplar. Para além dos números antigos da revista, as lojas apresentam as colaborações da Monocle com marcas como a Delvaux, Another Country ou Loopwheeler.

Liberty - Alojado num magnífico edifício Tudor no coração de Londres, o Liberty é sem dúvida um caso único no campo dos grandes armazéns. Conjugando tradição com uma experiência de retalho adaptada aos dias de hoje, o department store londrino continua a oferecer o melhor da moda, interiores, perfumaria e tecidos.

Texto: Álvaro Tavares Ramos