Três Dias na Ilha do Fogo

Quando vi esta bonita série de imagens do Fernando Guerra, fiquei impressionado pelo dramatismo da paisagem, quase lunar, e por mais uma vez a vertente humana desempenhar um importante papel no trabalho do fotógrafo português. Conhecido por ser um dos melhores fotógrafos de arquitectura internacionalmente, Fernando Guerra passou três dias na Ilha do Fogo, Cabo Verde, para retratar o novo edifício sede do Parque Natural do Fogo e a deslumbrante envolvente natural. Um projecto do atelier OTO, o edifício de tons escuros confunde-se com a paisagem vulcânica e os habitantes locais dão cor a um local que pretende ser um ponto de referência para a sociedade e economia da Ilha do Fogo. Celebrando 15 anos do estúdio FG+SG, Fernando Guerra não podia ter escolhido (conjuntamente com o lançamento das correias FG Edition com a Sul Bags) melhor forma para assinalar o aniversário.

"A paisagem natural, muito marcada pelo vulcão e cratera, é de uma beleza única e rara, com potencial para vir a alcançar estatuto de património mundial. Neste contexto, a ideia base passou por projectar um edifício de modo a ser parte da paisagem e a paisagem ser parte do edifício, havendo como que uma fusão de peles escuras. De dia os muros compridos desenham o edifício e cozem-se com a estrada criando um labirinto e jogos de sombra. De noite qualquer luz é demasiada, pelo que para protecção das aves autóctones, toda a iluminação é indirecta."

Fogo2

Fogo3

Fogo4

Fogo5

Fogo6