Short Story I: Casa dos Parafusos

Ficção:... e no meio de milhares e milhares de parafusos, porcas e anilhas dos mais variados tamanhos e feitios, ele sabia onde cada referência se encontrava, como que um médico a montar um modelo anatómico. Nos estreitos e escuros corredores da Casa dos Parafusos, António ia recolhendo as pequenas peças metálicas, questionando-se constantemente onde iriam ser utilizadas. Apesar da sua reduzida dimensão e da pouca importância que lhes era atribuída, para ele os parafusos eram uma das mais fascinantes criações humanas, seguravam o mundo...

Realidade: Fundada nos anos quarenta, a Casa dos Parafusos é um dos grandes ícones do comércio tradicional lisboeta. Apesar de se encontrar fechada (a nova loja, sobre outro nome, abriu na porta ao lado), a Casa dos Parafusos possui um dos mais bonitos painéis de azulejos da cidade, exemplo perfeito do melhor design gráfico de meados do século passado.

Casa dos Parafusos, Rua da Boavista 186, Lisboa.