Ruby Castel

Inspirado pelos modelos clássicos e pela sub-cultura dos gangues de motards em Tóquio, Jêrome Coste transformou a Ruby numa das melhores marcas de capacetes, pelo seu conforto, leveza e design apelativo. Depois dos capacetes Pavillon (aberto) e Belvedere (com viseira), a Ruby vai lançar, no início de Outubro, o primeiro modelo totalmente fechado, o Castel. Mantendo a mesma simplicidade e atenção ao detalhe dos antecessores, o novo capacete apresenta não só um corpo em fibra de carbono e partes em titânio, bem como o característico interior em pele vermelha escura. Adoro!