Montanha, Campo & Praia

As nossas férias começaram com a festa de anos do nosso amigo Miguel Somsen. Para além de termos provado alguns gins da sua cada vez mais extensa colecção, ouvimos as histórias de Ljubomir e Mónica no seu percurso pela Europa, desde França e Alemanha, até ao Noma em Copenhaga, onde o próprio René Redzepi cuidou do pequeno filho do casal.O fim-de-semana a seguir foi passado a ajudar a preparar outra magnífica aventura culinária do Abram a Boca e Fechem os Olhos, de Marta Braga. Numa casa de família em Alcoentre, tive a oportunidade de participar na elaboração de um almoço (após um baptizado) para 60 pessoas, e não podia ter sido mais gratificante estar do outro lado da deliciosa comida da Marta! Após o feriado de 10 de Junho, seguimos para Norte (a convite do nosso amigo José Lourenço) em direcção a Candeia, uma pequena aldeia na Beira Baixa. As intermináveis florestas, os pequenos riachos que vão desaguar ao Rio Zêzere, a serra da Lousã, as Aldeias de Xisto, as refrescantes piscinas fluviais e o restaurante O Burgo deram-nos a conhecer esta apelativa região de Portugal. De volta à região de Lisboa, decidimos ir de bicicleta (a partir de Sintra) até à Aldeia da Mata Pequena, uma povoação muito especial perto de Mafra. Onde chegaram a viver 80 pessoas no passado, hoje residem cerca de uma dúzia de habitantes, estando os restantes espaços reservados ao turismo rural. Um projecto iniciado por Diogo Batalha, esta pequena aldeia mostra a essência da arquitectura e estilo de vida saloios através de um conjunto de casas reconstruídas com uma grande atenção ao detalhe. Para além da magnífica paisagem circundante, a Aldeia da Mata Pequena é um excelente ponto de partida para conhecer Mafra e a Ericeira. Com um clima excelente (contrariando a chuva e vento que sentimos nos dias anteriores), terminámos as duas semanas de férias em Cabanas de Tavira, a nossa praia favorita para recarregar baterias e ver o melhor do Algarve!

Ferias2013 02Ferias2013 03Ferias2013 04