Eduardo Basualdo

Incluída na exposição 'Artistas Comprometidos? Talvez' da Gulbenkian, a obra 'Teoria' é decididamente uma das mais impressionantes do artista argentino Eduardo Basualdo. Produzida com folha de alumínio, corda e metal, a imponente escultura joga com a nossa percepção de volume e peso, apresentando um objecto de grandes dimensões semelhante a um meteorito negro, aparentemente pesado, mas surpreendentemente leve. Apresentada pela primeira vez em 2012 na exposição 'The End of Ending' na galeria PSM em Berlim, este série de esculturas desperta a curiosidade e o dramatismo, devido à sua massa obscura e misteriosa. Para além destas esculturas, Basualdo apresenta uma grande diversidade criativa, variando entre a escultura, instalações e pintura. Na exposição 'Testigo' de 2013, na galeria Luisa Strina em São Paulo, o artista reuniu um conjunto de trabalhos impressionante. Enquanto as esculturas 'Mi casa (es tu casa)' e 'La caída', fazem uma alusão às celas de prisão, jogando com a ilusão, as instalações 'Deus ex machina' e 'La noche en mitad del día' utilizam o espelho, para fazer interessantes contrastes entre reflexo e sombra. Já as aguarelas, são especialmente interessantes pelos tons neutros, esbatimento de cores e formas geométricas, demonstrando a forte vertente estética no trabalho de Eduardo Basualdo.

"Volto para a noção de homem no centro do universo como um olho lúcido, capaz de ver tudo, mas incapaz de compreender ou mudar o que seja. No meu trabalho, o homem aparece sempre como uma vítima de circunstâncias esmagadoras."

Eduardobasualdo2

Eduardobasualdo3

Eduardobasualdo4

 Foto da 'Teoria' por O Editorial