Antiga Barbearia de Bairro

This post is only available in portuguese.Quando experimentei o sabonete da colecção Príncipe Real, fiquei de imediato rendido à qualidade dos produtos da Antiga Barbearia de Bairro. Através da textura, aroma e embalagem de inspiração arquitectónica, a marca portuguesa conseguiu transmitir o charme e beleza deste bairro lisboeta. Fundada por Luís Pereira e Catarina Fragata, a Antiga Barbearia de Bairro veio preencher um importante espaço no campo dos produtos masculinos, ao apresentar uma colecção repleta de produtos que revisitam o imaginário masculino e o espírito único das tradicionais barbearias. Desde os sabonetes do Príncipe Real e Ribeira, linha recentemente introduzida, até às águas de colónia e os pincéis para a barba, a colecção da marca nacional veio para ficar e não demonstra sinais de abrandamento. O Editorial falou com Luís Pereira, co-fundador da marca:

O Editorial: Como surgiu a ideia de criar a Antiga Barbearia de Bairro? Luís Pereira: A 100ml nasceu há cerca de 4 anos com o propósito de criar ou gerir marcas Portuguesas na área de negócio da perfumaria selectiva. O nosso gosto por barbearias antigas e toda a sua envolvente levou-nos a avançar com a criação da marca. O mercado masculino está em crescimento e as barbearias antigas e os bairros típicos foram o mote para avançarmos… bem como a vontade de criarmos algo novo e diferente.

Qual o conceito da Antiga Barbearia de Bairro? A marca irá tentar recriar os velhos hábitos e trazer de volta alguns costumes que se foram perdendo, tais como o uso o pincel e sabão de barba. A inspiração nas barbearias casa assim também com os bairros típicos, que são para nós o pano de fundo de inspiração dos aromas e embalagens.

Como é efectuada a escolha dos locais que dão nome às novas linhas? E a escolha das fragrâncias associadas? Revisitámos o Príncipe Real (2010) e este ano a Ribeira do Porto (2011). Essencialmente bairro típicos Portugueses cheios de histórias e onde certamente existem ou existiram belas barbearias. Acreditamos que desta forma estamos também a fazer algo pela nossa cultura e a levar de novo as pessoas aos bairros… ou pelo menos a falarem sobre eles.

Quais os planos para o futuro da Antiga Barbearia de Bairro? A marca pretende manter sempre um registo de nicho e artesanal, sendo criada e fabricada totalmente em Portugal. Temos tido alguma procura de lojas internacionais e já estamos a vender para França, Áustria, Itália e Suécia, sendo que em 2012 iremos estar em duas ou três feiras internacionais de design. Em 2012 lançaremos novos produtos, um novo bairro e algumas surpresas..

Neste momento de crise, quais são os pontos em que as marcas nacionais devem apostar? Qualidade, autenticidade e uma comercialização nos canais de venda certos e com apetência para este tipo de marcas.