A Produção das Malas Globe-Trotter

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=fJcxYcKq8Us] A Raínha Isabel II utilizou-as na sua lua de mel em 1947, Winston Churchill levava os documentos numa enquanto foi ministro das Finanças em 1924 e o intrépido explorador Robert Falcon Scott viajou com elas na sua expedição ao Antárctico nos anos vinte. As malas da Globe-Trotter são um dos grandes clássicos britânicos, sendo ainda fabricadas integralmente no Reino Unido e mantendo a mesma qualidade que as caracterizam desde a sua criação. Neste fantástico vídeo, é possível visualizar toda a produção das icónicas malas na oficina da marca em Broxbourne, desde a dobra dos cantos em pele e a manufactura das pegas até à montagem do corpo da mala em fibra vulcanizada. Ao todo, cada peça da Globe-Trotter envolve 98 processos de fabrico, desenrolados em 10 dias, 9 horas e 35 minutos!

Texto: Álvaro Tavares Ramos